Moradia em declive. Almada. Abril de 2023.

1. Dados Gerais do Projeto “Moradia em declive. Almada.”

  • Nome do projeto: Moradia em declive. Almada.
  • Tipo de obra: Obra de construção de uma moradia unifamiliar
  • Localização da obra: Almada, Portugal
  • Cliente: Particular

2. Projeto de Arquitetura

O descrito em relação ao Projeto de Arquitetura, é no essencial, o que consta da respetiva Memória Descritiva. E créditos devem ser dados ao seu autor.

2.1 Autoria do Projeto de Arquitetura

Autoria da Arquitetura do projeto “Moradia em em declive. Almada.”: GPU – Gabinete de Planeamento e Urbanização

2.2 Enquadramento

Trata-se de uma moradia unifamiliar isolada, constituída pela estrutura principal, piscina e muros de vedação.

Considerando a orientação solar do lote, optou-se por implantar a moradia paralela ao muro direcionado a Nordeste para que todos os quartos sejam banhados com sol.

Devido às características naturais do terreno, com um acentuado desnível frente/tardoz na ordem dos seis metros, decidiu-se não destinar a cave a garagem. Em vez disso, foram criados dois estacionamentos na lateral direita (a Nordeste) no interior do lote.

2.3 Descrição do edifício

A moradia, destinada a habitação própria e permanente, é de tipologia T3 e tem a seguinte composição:

2.3.1 Piso -1 ou Cave

No Piso -1 ou Cave, está localizado um espaço para máquinas, como as destinadas à lavagem de roupas. A restante área é reservada para arrumos.

2.3.2 Piso 0 ou Rés do Chão

No Piso 0 ou Rés de chão, ou nível da entrada para a moradia, temos um átrio que distribui para a sala comum, cozinha e uma instalação sanitária social. Sala, cozinha e escadas de acesso ao piso dos quartos, em open space.

2.3.3 Piso 1 ou 1º Andar

O Piso 1 ou 1º andar, é composto por dois quartos, uma instalação sanitária e uma suite com zona de dormir, vestir e casa de banho privativa.

2.4 Sistema construtivo e acabamentos

A estrutura da moradia é de betão armado.

As paredes interiores são de alvenaria de tijolo cerâmico. As paredes exteriores são de blocos térmicos, com isolamento aplicado no exterior.

Interiormente as paredes são estucadas e os tectos são revestidos a pladur. Cozinha e casas de banho, são revestidas a azulejo até à altura de 2,00 metros.

Os pavimentos são revestidos com mosaico cerâmico, exceto a sala e os quartos que são em pavimento flutuante.

2.5 Áreas e parâmetros urbanísticos globais

  • Área do terreno ou lote: 308.00 m2
  • Área de implantação: 60.33 m2
  • Área de construção do piso -1 ou cave: 59.10 m2
  • Área de construção do piso 0 ou rés do chão: 60.33 m2 (habitação)
  • Área de construção do piso 1 ou 1º andar: 74.93 m2 (habitação)
  • Área total de construção para habitação: 135.26 m2 (piso 0 e piso 1)
  • Área total de construção para a moradia: 194.36 m2 (3 pisos)
  • Volumetria: 585.44 m3
  • Cércea: 6.50 m
  • Área impermeável: 205.96 m2
  • Área permeável: 102.04 m2
  • Índice de impermeabilidade: 0.668
  • Índice de permeabilidade: 0.331
  • Lugares de estacionamento no interior do lote: 2

3. Projeto de Estabilidade

3.1 Autoria do Projeto de Estabilidade

Autoria da Estabilidade, deste projeto “Moradia em Almada”: António Marquês

3.2 Generalidades da Estrutura e Fundações

Imóvel que se desenvolve em três pisos – dois pisos, mais cave – com características próprias de um edifício de estrutura em betão armado, constituído por lajes maciças e aligeiradas, vigas, pilares, muros e sapatas, de betão armado do tipo: Betão C25/30 (B30) e Aço S-500.

O número de patamares considerados no Projeto de Estruturas, para esta moradia em Almada, foi de seis, designadamente e por ordem ascendente:

  • Nível 1: Fundação 1;
  • Nível 2: Fundação 2;
  • Nível 3: Piso da Cave;
  • Nível 4: Tecto da Cave;
  • Nível 5: Tecto do Rés do Chão;
  • Nível 6: Tecto do 1º Andar / Cobertura.

Os recobrimentos adotados foram de 5 centímetros para as sapatas e vigas de fundação e de 3 centímetros para as restantes peças. No projeto, foi adotada uma espessura de 25 centímetros para as secções de pilares e vigas.

3.3 Quantidades da Obra

As quantidades obtidas para a obra, foram as seguintes:

  • Fundações (Sapatas isoladas, sapatas contínuas e vigas de equilíbrio): 41,220 metros cúbicos de betão e 4 053 quilogramas de varões de aço;
  • Estrutura: 144,120 metros cúbicos de betão e 17 231 quilogramas de varões de aço.

Para o Projeto de Estruturas desta moradia em Almada, foi utilizado software BIM (Building Information Modeling), gerador de ficheiros IFC (Industry Foundation Classes).

3.4 Legislação

A estrutura foi calculada e dimensionada segundo os Eurocódigos, designadamente o Eurocódigo 2, relativo ao Projeto de Estruturas de Betão e o Eurocódigo 8, relativo ao Projeto de Estruturas em Regiões Sísmicas

4. Descrição das imagens constantes da galeria de imagens

  • Imagem 1: Projeto de Arquitetura. Imagens do modelo 3D da Arquitetura.
  • Imagem 2 a 7: Projeto de Estruturas e Fundações: fundações, diferentes plantas das fundações, diferentes patamares das fundações e vistas 3D das fundações.
  • Imagem 8 e 9: Projeto de Estruturas e Fundações: Piso da Cave, planta e vista 3D.
  • Imagem 10 e 11: Projeto de Estruturas e Fundações: Tecto da Cave, planta e vista 3D.
  • Imagem 12 e 13: Projeto de Estruturas e Fundações: Tecto da RC, planta e vista 3D.
  • Imagem 14 e 15: Projeto de Estruturas e Fundações: Tecto do 1º / Cobertura, planta e vista 3D.
  • Imagem 16: Projeto de Estruturas e Fundações: Corte, com os diferentes patamares da estrutura.
  • Imagem 17 e 18: Projeto de Estruturas e Fundações: Vistas 3D do modelo dimensionado.
  • Imagem 19 e 20: Projeto de Estruturas e Fundações: Desenhos das fundações.
  • Imagem 21: Projeto de Estruturas e Fundações: Desenhos das vigas.
  • Imagem 22: Projeto de Estruturas e Fundações: Tecto do RC, armaduras das lajes.
  • Imagem 23: Projeto de Estruturas e Fundações: Vista 3D da cobertura.
  • Imagem 24: Projeto de Estruturas e Fundações: Tecto do 1º / Cobertura, armaduras das lajes.