Moradia Térrea em Setúbal. Outubro de 2021.

1. Dados Gerais do Projeto “Moradia Térrea em Setúbal”

Nome do projeto: Moradia Térrea em Setúbal

Tipo de obra: Obra de construção de uma moradia unifamiliar

Localização da obra: Setúbal, Portugal

2. Projeto de Arquitetura

O descrito em relação ao Projeto de Arquitetura, é no essencial, o que consta da respetiva Memória Descritiva. E créditos devem ser dados ao seu autor.

2.1 Autoria do Projeto de Arquitetura

Autoria da Arquitetura do projeto ” Moradia Térrea em Setúbal “:

  • Responsáveis: Arquiteto Emanuel Santos, Arquiteta Raquel Pacheco, Arquiteta Sofia Reis Pinto
  • Gabinete: PachecoSantos | Arquitetos

2.2 Enquadramento

A edificação situa-se numa zona de lotes destinados a moradias, sendo na sua maioria do tipo “isolada”.

A sua articulação com o espaço público envolvente, é efetuada através de um muro frontal.

2.3 Descrição do edifício

Trata-se de uma moradia unifamiliar, a desenvolver-se num único piso acima da cota da soleira, um anexo encerrado destinado a estacionamento de 2 veículos, e área de lazer exterior.

Área de lazer exterior, que será composta pela piscina e espaços verdes, como também corredores de circulação que interligam todos os espaços exteriores.

Tanto o acesso principal à habitação, como o acesso à garagem, localizam-se na frente do lote, que dá para o arruamento existente.

2.4 Programa Funcional

A nível funcional, o programa desta moradia térrea em Setúbal, desenvolve-se num piso térreo. Neste piso, Piso Térreo ou Piso 0, o edifício será divido em duas alas.

Na ala à direita, localizam-se as áreas de cariz privativo. Esta ala direita, é constituída por 1 suite e 2 quartos.

Na ala à esquerda, localizam-se as áreas de cariz social, nomeadamente as salas de estar/refeições, e a cozinha.

A entrada principal faz-se na interceção destas duas alas, funcionando como espaço charneira entre as diversas funções da moradia.

A cozinha e a sala de estar, comunicam diretamente com a área de lazer exterior, onde se localiza a área da piscina e as áreas de lazer ajardinadas.

2.5 Sistema Construtivo

A Estrutura desta moradia térrea em Setúbal, é em betão armado e com fundações diretas.
A construção é do tipo tradicional com paredes exteriores em alvenaria de tijolo e com isolamento térmico e acústico.

2.6 Arranjos exteriores

Os arranjos exteriores são compostos pelos elementos exteriores de apoio à habitação, designadamente a área da piscina e as áreas ajardinadas.

2.7 Áreas e parâmetros urbanísticos globais

  • Área do lote: 542.50 m2
  • Superfície total de pavimento: 254.40 m2
  • Área de implantação: 166.50 m2
  • Área do Piso 0: 166.50 m2
  • Área de construção: 166.50 m2
  • Área coberta exterior: 70.95 m2
  • Área de garagem: 29.95 m2
  • Volumetria de construção: 700.00 m2
  • Superfície permeável: 162.85 m2
  • Índice de construção: 0.31
  • Índice de ocupação: 0.31
  • Cota de soleira: 37.15
  • Número de pisos (acima do solo): 1
  • Número de pisos (abaixo do solo): 0
  • Altura máxima da fachada: 3.90 m

3. Projeto de Estabilidade

3.1 Autoria do Projeto de Estabilidade

Autoria da Estrutura e Fundações, deste projeto “Moradia Térrea em Setúbal”: Engenheiro António Marquês

3.2 Generalidades da Estrutura e Fundações

Como descrito no Projeto de Arquitetura, trata-se de um imóvel com um piso.

O número de patamares considerado no Projeto de Estabilidade, para esta moradia térrea em Setúbal, foi de três. Designadamente e por ordem ascendente:

  • Nível 1: Fundação / Piso Térreo;
  • Nível 2: Cobertura da Garagem;
  • Nível 3: Tecto do Piso 0 / Cobertura.

A estrutura da moradia, tem características próprias de um edifício de estrutura em betão armado, e é genericamente constituída por lajes, vigas, pilares e elementos de fundação.

Os materiais são os seguintes:

  • Sapatas: Betão C25/30 (B30) e Aço Aço S-500.
  • Restantes peças: Betão C30/37 (B35) e Aço S-500.

Os recobrimentos adotados são de 5 centímetros para as fundações e de 3 centímetros para os restantes elementos.

No projeto, foi adotada uma espessura de 25 centímetros para as secções de pilares e vigas.

3.3 Lajes

As lajes do piso térreo que servem o desvão sanitário, são lajes aligeiradas de vigotas.

As lajes das coberturas, desta moradia térrea em Setúbal, são lajes maciças.

3.4 Quantidades da Obra

As quantidades obtidas para a obra, foram as seguintes:

  • Fundações (Sapatas Isoladas): 33,920 metros cúbicos de betão e 2 408 quilogramas de aço;
  • Estrutura: 155,970 metros cúbicos de betão e 14 900 quilogramas de aço.

Para o Projeto de Estabilidade desta moradia, foi utilizado software BIM (Building Information Modeling), gerador de ficheiros IFC (Industry Foundation Classes).

3.5 Legislação

Em Outubro de 2021, a Estrutura desta moradia térrea em Setúbal, foi calculada e dimensionada, segundo o Regulamento de Segurança e Acções (RSA), e o Regulamento de Estruturas de Betão Armado e Pré-Esforçado (REBAP).

4. Descrição das imagens constantes da galeria de imagens

  • Imagem 1: Projeto de Arquitetura. Perspetiva tridimensional. Alçado principal.
  • Imagem 2: Projeto de Arquitetura. Perspetiva tridimensional. Estacionamento e entrada principal.
  • Imagem 3: Projeto de Arquitetura. Perspetiva tridimensional. Vista do alçado principal e lateral direito.
  • Imagem 4: Projeto de Arquitetura. Perspetiva tridimensional. Espaço de lazer, na zona posterior do lote.
  • Imagem 5: Projeto de Arquitetura. Perspetiva tridimensional. Alçado posterior.
  • Imagem 6: Projeto de Arquitetura. Planta da cobertura.
  • Imagem 7: Projeto de Arquitetura. Corte longitudinal e cortes transversais.
  • Imagem 8: Projeto de Arquitetura. Alçado principal, alçado posterior e alçado lateral direito.
  • Imagem 9: Projeto de Estabilidade. Planta da fundação. Estrutura na Arquitetura.
  • Imagem 10: Projeto de Estabilidade. Fundação. Quadro de elementos da fundação.
  • Imagem 11: Projeto de Estabilidade. Planta da cobertura da garagem. Estrutura na Arquitetura.
  • Imagem 12: Projeto de Estabilidade. Planta do tecto do piso 0 / cobertura. Estrutura na Arquitetura.
  • Imagem 13 a 15: Projeto de Estabilidade. Imagem do modelo 3D dimensionado.